Clicky

PF descobre fábrica clandestina de cigarros e esquema de trabalho escravo

Fábrica tinha capacidade para produzir 250 mil maços de cigarros por dia.

Por Itatiaia Sul de Minas | Foto: Imagem Ilustrativa

Operação da Polícia Federal descobre esquema de trabalho análogo à escravidão que trazia paraguaios para uma fábrica clandestina de cigarros em São Sebastião do Paraíso. A operação, realizada nessa terça-feira, dia 9, pela Vara Federal de Guaíra, no Paraná, cumpriu seis mandados de busca e apreensão e dois mandados de prisão preventiva no Paraná e em Minas Gerais, além do sequestro de bens no valor de R$ 68 milhões de reais.

A investigação mostrou que uma quadrilha fazia contato com cidadãos paraguaios, que assim que chegavam à fábrica de cigarros eram impedidos de sair, não tinham comunicação com familiares e viviam em alojamentos precários.

A fábrica tinha capacidade para produzir 250 mil maços de cigarros por dia. A operação apreendeu o maquinário, caminhões, 50 toneladas de tabaco in natura e mais de um milhão e meio de maços de cigarros prontos para venda. Na casa do principal investigado foram apreendidos 59 mil reais em dinheiro, mas a Polícia Federal não informou onde fica esta residência.

Compartilhar no:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.