Prefeito de Varginha defende autonomia do município para manter funcionamento das atividades comerciais

O prefeito de Varginha, Vérdi Lucio Melo, defendo autonomia dos municípios em aderir ou não ao programa Minas Consciente, do governo estadual, para controle da Covid-19.

O Ministério Público move ação civil exigindo que Varginha volte a fechar comércio e serviços não essenciais, e que faça a adesão ao programa estadual, mas o prefeito afirma que isso seria um retrocesso.

Vérdi diz que o programa considera sempre as macrorregiões para determinar as etapas de restrição ou liberação das atividades, e que Varginha está em uma região onde há cidades com número elevados de casos de coronavírus, que necessitam de atitudes diferentes das tomadas em Varginha.

A procuradoria municipal questiona a ação do Ministério Público e o prefeito afirma que só fechará o comércio novamente quando não houver mais recurso judicial para contestar as determinações.

Repórter Estela Torres

Foto: Blog do Madeira.

Compartilhar no:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *