Descartada uma morte por Covid-19 que já havia sido confirmada em Varginha.

Um ouvinte da Rádio Itatiaia aqui no Sul de Minas usou as redes sociais da emissora para afirmar que ficou surpreso ao receber informação, da Secretaria de Saúde de Varginha, que a esposa dele tinha falecido pela Covid-19.

Ariel Aristides Silva afirma que a esposa, Mariane Galvão, de 29 anos, faleceu dia 10 de junho após sofrer um derrame e ser atendida na UPA e no Hospital Regional. Na quinta-feira da semana passada, cerca de vinte dias após a morte, ele recebeu telefonema da Secretaria Municipal de Saúde dizendo que a causa da morte da esposa havia sido Covid-19. Ariel afirma que questionou a atendente e pouco depois a pessoa pediu que ele desconsiderasse a informação. No dia da divulgação da morte, quinta-feira passada, o boletim oficial da prefeitura de Varginha informou que o atestado havia sido por critério clínico-epidemiológico.

Diante do questionamento do ouvinte, nossa reportagem entrou em contato com a prefeitura e nesta segunda-feira, o óbito foi descartado para Covid-19. A prefeitura diz que a paciente foi atendida nos serviços públicos, colheu material para exame e o resultado foi inconclusivo. Neste caso técnicos do Estado avaliam e emitem parecer, dando o caso de Mariane como positivo. Na última sexta-feira, a Secretaria Estadual manifestou intenção de revisar o caso, e nesta segunda, comunicou a retirada do óbito do relatório. Assim Varginha tem seis e não sete mortes por Covid-19.

Repórter Estela Torres

Compartilhar no:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *