Dunkirk é a grande estréia da semana

Extremamente elogiado pela crítica, o novo filme de Christopher Nolan reescreve a narrativa dos filmes de guerra e pode consagrar-se como sua obra prima e coroar o filme com indicação ao Oscar.

Não é fácil contar uma história e, em Hollywood, fazer isso de maneira original é uma tarefa bem mais complicada. Vários filmes de guerra são gravados e como sair do “arroz com feijão”? A receita vem no novo filme de Nolan.

O diretor inglês Christopher Nolan, de 46 anos, criou sua marca em Hollywood com um estilo que está no meio do caminho entre Eastwood e Lynch. Seus filmes não costumam seguir a estrutura narrativa clássica, mas tampouco descambam para o surrealismo. Sua cinematografia é marcada pelo uso não linear do tempo e pela intensidade com que aborda seus temas, sejam eles aventuras de super-heróis, fantasias mirabolantes ou dramas da vida real. Na última quinta-feira, dia 27, Nolan estreou seu mais novo filme Dunkirk – o melhor de sua carreira até agora. O longa-metragem narra a Operação Dínamo, que, durante a Segunda Guerra Mundial, retirou mais de 300 mil soldados britânicos da França ocupada pelos nazistas pela pequena Praia de Dunquerque. A operação é cercada de mistério até hoje. Nunca se esclareceu por que os soldados comandados por Hitler não dizimaram os britânicos, apesar de terem tido oportunidade para tal.

Com uma hora e 45 minutos, esse é o filme mais breve de Nolan. É uma das maiores virtudes da obra, já que o diretor havia pesado a mão na duração de títulos anteriores como A origem (2010) e Interestelar (2014). A concisão, porém, é só uma das qualidades de Dunkirk. O filme faz o espectador se empertigar na ponta da cadeira e roer as unhas dos dedos de nervoso ao contar uma só história a partir de três pontos de vista com intervalos temporais diferentes. Na praia, onde estão os soldados, a trama se desenrola por uma semana. No ar, os aviões se digladiam à distância por uma hora. No mar, onde três civis se voluntariam para ajudar, a jornada dura um dia. Aos poucos, os acontecimentos se sobrepõem e, eventualmente, convergem.

Sinopse: Na Operação Dínamo, mais conhecida como a Evacuação de Dunquerque, soldados aliados da Bélgica, do Império Britânico e da França são rodeados pelo exército alemão e devem ser resgatados durante uma feroz batalha no início da Segunda Guerra Mundial. A história acompanha três momentos distintos: uma hora de confronto no céu, onde o piloto Farrier (Tom Hardy) precisa destruir um avião inimigo, um dia inteiro em alto mar, onde o civil britânico Dawson (Mark Rylance) leva seu barco de passeio para ajudar a resgatar o exército de seu país, e uma semana na praia, onde o jovem soldado Tommy (Fionn Whitehead) busca escapar a qualquer preço.

Compartilhar no:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *