Boa Esporte lamenta morte do ex-goleiro Max, que teve passagem pelo clube em 2012

O ex-goleiro Max, que teve a morte cerebral confirmada na tarde desta terça-feira (26), teve uma curta passagem de 6 meses pelo Boa Esporte em 2012. Assim que soube da notícia, a diretoria do clube de Varginha lamentou a morte do ex-goleiro.

Depois de ser anunciado como reforço no início da temporada daquele ano, Max foi reserva de Glédson durante o Campeonato Mineiro e assumiu a titularidade no início da Série B. Ao todo, o goleiro disputou seis partidas pelo clube de Varginha como titular.

A melhor atuação dele foi na vitória sobre o Atlético-PR por 2 a 1, na 3ª rodada da Série B de 2012. Nesse jogo, Max defendeu um pênalti e garantiu a vitória sobre o clube paranaense, que atuava pela primeira vez em Varginha (MG).

O diretor de futebol do Boa Esporte, Rildo Moraes, lamentou a morte do ex-goleiro e disse que no período em que esteve em Varginha, “Max honrou a camisa do clube da melhor forma”.

Fonte: G1 Sul de Minas

Compartilhar no:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *