Tricordiano está de mudança

O Clube Atlético Tricordiano, time do módulo dois do futebol mineiro, não é mais da cidade de Três Corações, está de mudança para São Gonçalo do Rio Abaixo, município que tem pouco mais de dez mil habitantes, distante cerca de cem quilômetros de Belo Horizonte, e que acabou de construir um estádio com capacidade para 8 mil torcedores. O motivo da mudança é a ordem expedida pela prefeitura de Três Corações para que o Tricordiano desocupasse o estádio Elias Arbex, onde o time sempre fez os treinos e mandava os jogos oficiais. No mês de agosto a prefeitura divulgou nota informando que retomaria a administração do estádio e se comprometeu a ceder o espaço para o Tricordiano disputar o campeonato. As negociações não progrediram e o time resolveu agora sair da cidade. O presidente do Tricordiano, Gustavo Vinagre, afirmou que os trabalhos da equipe começam em novembro, tudo em São Gonçalo do Rio Abaixo, treinos e jogos com capacidade para oito mil torcedores. Reinaldo continua contratado como treinador e a apresentação oficial da equipe será dia primeiro de dezembro.

O Clube Atlético Tricordiano vai apresentar a equipe pra disputar o módulo dois do mineiro, dia primeiro de dezembro, já na nova casa, em São Gonçalo do Rio Abaixo, pertinho de vocês aí em BH. O clube do Sul de Minas anunciou a mudança, após assinar o contrato com a prefeitura de São Gonçalo do Rio Abaixo, no final da tarde de ontem. A nova casa é novinha, recém construída, tem capacidade para oito mil torcedores, e será inaugurada em novembro possivelmente com um jogo festivo. O presidente do Tricordiano, Gustavo Vinagre, começou a negociação de mudança depois que a prefeitura de Três Corações anunciou que retomaria a administração do estádio Elias Arbex. Apesar de informar que cederia o estádio normalmente para o Tricordiano disputar o módulo dois de 2018, as negociações não avançaram, e a mudança foi decidida. Os treinamentos na nova casa começa em novembro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *